(Lisboa, Portugal, 1976)

Susana Anágua vive e trabalha em Lisboa e no Rio de Janeiro. Doutoranda na UERJ, Rio de Janeiro desde 2014, bolseira da FAPERJ. Conclui em 2009 o mestrado em Digital Arts pela Universidade de Artes de Londres (Camberwell College of Arts), com bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Das exposições individuais destacam-se “Olhar Radar”, Galeria Graphos:Brasil em 2012 e “Desnorte/Northless”, sala de projectos do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian , em 2008, Lisboa. Das Exposições colectivas salientam-se; “Cartografia do Poder”, Museu AfroBrasil, Parque Ibirapuera, 2014, São Paulo; Sete artistas ao décimo mês, Fundação Calouste Gulbenkian, 2008, Lisboa; E=mc2”, Museu Nacional da Ciência e da Técnica, Coimbra 2006; “AntecipArte 05”, Estufa Fria, 2005 Lisboa; “Prémio City Desk”, Centro Cultural de Cascais, 2005, Cascais; “Movimentos perpétuos, Arte para Carlos Paredes”, Cordoaria Nacional em Lisboa, entre outras.

Obra representada nas colecções: Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, MACE–Museu António Cachola, Elvas, Santander, Espanha, Fundação PLMJ, Lisboa.

 

Mais informação em: https://anagua.wordpress.com/